Você está aqui: Página Inicial / Ambiente / 2017 / 03 / PL que autoriza abate de animais silvestres abre brecha para legalização do porte de armas

Ameaça

PL que autoriza abate de animais silvestres abre brecha para legalização do porte de armas

Ambientalistas alertam que, se aprovado, o projeto vai acelerar a extinção de animais, colocar em risco a biodiversidade e tornar comum crimes ambientais, que hoje são inafiançáveis
por Redaçao RBA publicado 19/03/2017 14h20, última modificação 19/03/2017 19h38
Ambientalistas alertam que, se aprovado, o projeto vai acelerar a extinção de animais, colocar em risco a biodiversidade e tornar comum crimes ambientais, que hoje são inafiançáveis
Arquivo/EBC
animais silvestres.jpg

PL de Covatti permite criação de reservas para a caça esportiva, em que serão abatidos animais indefesos

São Paulo – Proibida no Brasil, a caça de animais silvestres só é permitida em casos muito especiais, quando há risco de desequilíbrio ecológico. É o que aconteceu em 2013, quando o Ibama autorizou a caça ao javali europeu, considerado praga por não ter predadores naturais.

No entanto, tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei (PL) 6268/16, do deputado Valdir Colatto (PMDB-SC), da base ruralista, que prevê a regulamentação de manejo, controle e exercício de caça de animais silvestres

De acordo com ambientalistas, isso significa dizer na prática que o PL quer autorizar o abate de animais silvestres quando ameaçarem a saúde pública e as atividades agropecuárias – o que na verdade é uma desculpa para liberar a caça e até autorizar a criação de reservas para a caça esportiva. Ou seja, permitir espaços em que as pessoas poderão "se divertir" atirando em animais indefesos.

Eles não têm dúvidas da extinção, em pouco tempo, de diversas espécies, o que põe em risco a biodiversidade.

Além disso, com o PL os crimes ambientais deixarão de ser inafiançáveis e com punição mais branda. Sem contar que abre caminho para a liberação do porte de armas. 

Assista reportagem da TVT sobre o tema: